• equimacon

Sobrou tinta? Saiba como armazenar


O armazenamento correto é essencial para que o produto possa ser utilizado no futuro.


Se você pintou o imóvel e sobrou tinta é importante saber a maneira correta de guardar as sobras para utilizar no futuro ou - caso tenha certeza que não precisará utilizar o restante - é preciso que seu descarte siga algumas regras básicas para proteção do meio ambiente.


Mesmo fazendo um bom planejamento para pintar uma casa ou escritório, e tendo uma estimativa aproximada da quantidade de material necessário é difícil conseguir um cálculo exato, as sobras são quase sempre inevitáveis.


Um bom destino para restos de tinta é fazer doações para alguém que possa aproveitar o produto, como amigos, vizinhos, instituições de caridade, um grupo de teatro, um centro comunitário ou uma escola que possa fazer bom uso dela, mas se a sobra poderá ainda ter utilidade para você, veja a forma correta de armazenar o produto.


Armazenamento para uso posterior


Com relação às embalagens, o aconselhável é descartar as latas como sucata metálica.


Manter sobras de tinta na embalagem original não é uma boa ideia. Além de não ser possível realizar a vedação adequada, depois de algum tempo, o recipiente pode ocasionar ferrugem, prejudicando a qualidade do produto.


Prepare um recipiente com boa vedação, limpo e seco para armazenar o restante da tinta. Certifique-se de que seu exterior e interior estão impecáveis: sem sujeira, resíduos, rachaduras ou trincas.

Condicione a tinta no recipiente e antes de lacrar, coloque um filme plástico - isso ajudará na vedação. Mantenha-as em local que não possua muita umidade ou calor para não acelerar o processo de oxidação, o que ocasiona a perda na qualidade da tinta.


Uma vez fechado, o ideal é rotular de forma adequada. Você pode utilizar uma fita crepe ou etiqueta e anotar a MARCA da tinta (fabricantes diferentes utilizam a mesma nomenclatura para tons diferentes), TIPO da tinta, COR, DATA de validade, qual parte da casa você pintou e qualquer outra informação que julgar relevante.


Feito isso, o armazenamento deve ser em local coberto e sempre na posição vertical. Se a sobra de tinta for à base de óleo (como no caso dos esmaltes sintéticos), após limpar as bordas do recipiente é preciso colocar um pedaço de papel encerado sobre a tinta. No momento de utilizar novamente, retire o papel e sairá junto uma película formada na superfície. Feche bem, e guarde sempre em lugar seco.


Descarte correto


Se você não deseja armazenar os restos e pretende eliminar as sobras de tinta, saiba que o descarte incorreto na natureza pode contaminar água e solo, trazendo riscos à saúde e danos ao meio ambiente.


Tintas ou vernizes descartados em bueiros, pias e tanques podem levar pela rede fluvial a contaminação para os cursos d'água. Se o material for transportado para uma estação de tratamento, ele pode, dependendo da toxicidade, reduzir a carga microbiana.


Além disso, dependendo da quantidade de compostos voláteis, caso caia em ambiente fechado, pode gerar gases ou provocar explosões, quando em contato com uma fonte de calor.


Produtos alternativos


É possível utilizar produtos que causem menor impacto ambiental.


A maioria dos produtos à base de água são considerados bons agentes. Isso porque não contém adição de solventes, o que garante baixo odor e reduz os danos à natureza. É importante ressaltar que as tintas à base d’água estão no topo das prioridades das pesquisas das empresas de tintas.


FONTES: Cultura Mix, Ecycle, Triade Comunicação, Alpha Nouvelles, Portal Terê.


#dicaEquimacon #pintura #sobrasdetintas


0 visualização

(31) 3835-8090

(31) 3835-8080

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest
  • YouTube

0800  026  8080

INSTITUCIONAL

PROFISSIONAIS DA OBRA

FACILIDADES E SERVIÇOS

SOBRE A LOJA

MATRIZ: Av. das Rosas, 23 - São Pedro

FILIAL: Rua Platina, 236 - Major Lage de Baixo

Itabira - MG

©2019 by Equimacon Materiais de Construção. Proudly created with Wix.com